Menu

Blog Fit Studio

Pilates

Método Pilates – Ontem e Hoje!

14/04/2014 comentários
Joseph Pilates, Um visionário 50 anos à frente do seu tempo

Joseph Pilates, Um visionário 50 anos à frente do seu tempo

Poucas pessoas sabem, mas Joseph se encontrava extremamente deprimido em seus últimos anos de vida. O motivo dessa tristeza era não ter concretizado o sonho de ver seu Método difundido mundo a fora, Joseph era uma figura tão visionária que já sabia da absurda importância de seu sistema de exercícios, e costumava dizer que se encontrava 50 anos à frente do seu tempo. Esse relato me foi dado diretamente por Lolita San Miguel, em um de nossos primeiros encontros, nunca mais esqueci, e sempre lembro dessa história com uma certa tristeza, acho que Joseph merecia ter visto de perto o quanto seu Método revolucionou a indústria do fitness e da reabilitação nos últimos 14 anos.
Me remeto a essa marca de 14 anos, pois foi a partir do ano de 2000, quando o pedido oficial de patente para o nome PILATES foi negado em última instância em NY, que o Método sofreu o grande boom. De uma hora para outra toda e qualquer pessoa poderia utilizar o nome “Pilates”, obviamente temos o lado positivo, mas também um lado extremamente negativo com toda essa popularização do Método.
A evolução e pesquisas cientificas nos propiciaram progressões interessantes nos exercícios e sobretudo uma prática mais segura do Método. Mas o que por um lado foi bom, por outro nos trouxe uma leva imensa de um Pilates do mais baixo nível de qualificação. Acessar blogs, instagram e redes sócias se tornou para mim, uma verdadeira cena de tortura, me deparo com cenas de malabarismo e acrobacia, tudo, menos o Pilates, puro e simples, estou falando aqui do Pilates real, de um Hundreds bem feito, na sequência correta, com a alavanca adequada, não o Hundreds com caneleiras e barras de halteres entre as alças do reformer, sim, vim uma foto dessas em uma rede social e foi aí que resolvi, estava na hora de começar esse blog.
Acredito que exista espaço no mercado para todo e qualquer profissional, mas acredito também que possamos educar de forma consistente cada um de nossos clientes. A palavra de ordem é educar! Eles precisam saber que um instrutor não se forma em um final de semana, muito menos a partir de cursos onlines ou vídeos. Um instrutor é refinado ao longo do tempo, e quanto melhor o profissional maior é seu discernimento em saber que seu aprendizado não termina jamais.
Faço minhas as palavras do meu grande mentor Rael Izacowitz, fundador da BASI Pilates na California, meu primeiro professor do Método e portanto, minha referência. Após 2 anos de um curso intenso, ao lado dele, no dia em que finalmente ele me entregou o certificado em mãos me disse que minha jornada estava apenas começando, que ele apenas tinha me aberto uma porta, mas que o caminho até o aperfeiçoamento seria longo e duraria toda uma vida, que nem mesmo ele achava que sua jornada já tinha terminado, com toda humildade, me disse que a cada dia procurava aprender mais e mais não só com seus clientes, mas com seu time de professores, e com seus colegas de profissão. E isso vindo de uma pessoa que estava hà 25 na estrada, com uma bagagem absurda, e muito conhecimento para oferecer.
Ainda voltarei a esse tópico, daria para escrever um livro, mas finalizo esse post remetendo ao vídeo que vem no link abaixo, o qual mostra Joseph Pilates ensinando Eve Gentry, nada mais clássico e autêntico do que isso!
Aproveitem os 16 minutos de puro pilates!

Joseph Pilates ensinando Eve Gentry! Clique aqui para ver o vídeo!

Glaucia Adriana é Fisioterapeuta, sócia e proprietária do Fit Studio em Brasília.

Comentários