Osteoporose: como o pilates pode ajudar?

A osteoporose é uma doença silenciosa e tem sua consequência a perda da massa óssea e a diminuição da resistência mecânica dos ossos. Os principais sintomas dessa doença são dores constantes nas articulações e fraturas recorrentes.
Segundo a Fundação Mundial de Osteoporose, aproximadamente 10 milhões de pessoas no Brasil convivem com a osteoporose. Essa doença prejudica o bem estar e a qualidade de vida dos pacientes.
As mulheres têm uma pré-disposição maior para desenvolver osteoporose que os homens. Isso se justifica porque elas têm ossos mais finos e leves e, principalmente, por passarem por uma queda drástica da densidade óssea com a menopausa e o desequilíbrio hormonal gerado em função disso. De acordo com estudos, a proporção chega a seis mulheres para um homem a partir dos 50 anos.
As mulheres têm uma pré-disposição maior para desenvolver osteoporose que os homens
A doença é fruto de uma dieta carente de vitaminas, nutrientes e, principalmente, cálcio. Vale lembrar que a ausência de atividades físicas regulares também contribui para o desenvolvimento da doença.
Osteoporose e o Pilates
A prática de atividades físicas ajudam, além de tonificar a musculatura, deixa os ossos mais fortes. O Pilates é um método que oferece grande variedade de exercícios e respeita as necessidades e limites de cada aluno, dessa forma os ossos são submetidos à uma carga mecânica que favorece o aumento da massa óssea.
Além disso, o Pilates trabalha o equilíbrio, a força muscular, a concentração e a coordenação, essenciais para evitar quedas. Os exercícios mais recomendados são aqueles de baixo impacto para o fortalecimento dos membros inferiores e superiores e músculos estabilizadores da coluna. Para aqueles casos mais graves, em que o paciente apresenta alteração postural em função da fragilidade dos ossos da coluna, o Método pode auxiliar para a melhora do alinhamento postural.
O Pilates vai atuar no alivio das dores, na agilidade e na resistência dos idosos
Vale ressaltar que além de tratar, ou prevenir, a osteoporose, o Pilates vai atuar no alivio das dores, na agilidade e na resistência dos idosos, com o objetivo de auxiliar a independência e o bem estar deles.
As fraturas mais comuns na osteoporose são as seguintes:
– Compressão vertebral
– Punho
– Arcos costais
– Quadril
– Fêmur na extremidade proximal
– Úmero
Além da osteoporose, outros problemas típicos da terceira idade, como a artrose e a artrite reumatóide, também são tratados com Pilates. A regra é fazer exercícios, se alimentar bem e ter disposição.
A prática de atividades físicas ajudam, além de tonificar a musculatura, deixa os ossos mais fortes
Dicas importantes para afastar a possibilidade de desenvolver a osteoporose:
– Evitar carne vermelha, refrigerante, café e sal.
– Tenha uma dieta rica em alimentos com cálcio.
– Tome sol de 20 a 30 minutos, em horários adequados. Esse é um estímulo importante para a produção de vitamina D.
– Evite fumar e tomar bebidas alcoólicas.
– Ao entrar na menopausa as mulheres devem consultar um médico para começar um tratamento.
– Após os 45 anos solicite ao médico o exame de densitometria óssea.
– Inicie um programa de exercícios, como por exemplo Pilates para fortalecer a musculatura, ganho de flexibilidade, melhorar equilibrio, pensando em evitar possíveis queda.
Continue acompanhando nosso blog para ficar por dentro das notícias, novidades e dicas de saúde. Marque AQUI sua avaliação com nossos profissionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp